2 minutos de leituraPor que temos tantos problemas de relacionamento pessoal?

Por que será que é tão difícil se relacionar com quem amamos? Por quê? Pare para pensar! Amar é, acima de tudo, querer o bem a si mesmo e para o outro, certo? Mas,

E como ele realmente é? Só vamos descobrir quando aprendermos a nos amar em primeiro lugar. Se você não tem aprovação e segurança em si mesmo, como será uma boa companhia para outra pessoa?

Aliás, você já parou para observar se gosta de estar consigo mesmo? Almoçar consigo, ir ao cinema consigo? Você gosta da sua própria companhia? O que falta nela para você ser tão agradável como gostaria de ser?

Por falta desse autoconhecimento, a consequência é que criamos adaptações para o amor. E passamos a chamar de amor tudo o que é avesso a ele. Quer um exemplo? Sabe quando a mãe diz: “Filho, não faz isso ou aquilo. Digo isso porque te amo”.

Ou aquelas crises de ciúmes e insegurança nas quais um dos parceiros torce para que o outro não avance pessoal ou profissionalmente, para que ele não aceite uma oportunidade de trabalho em outra cidade porque o outro tem medo de perdê-lo? Pois é…. isso não é amor!

Amor é confiar que seu filho, seu parceiro podem ir e realizar os próprios sonhos, e você vai estar torcendo pela conquista e felicidade deles, e quem sabe compartilhar com eles esses momentos! Não é por amor que você limita as ações do outro, isso é contra a lei do amor.

E, você, está preparado para se amar e amar ao próximo?

Ao longo de todos os anos, a Sonata Brasil realiza vários encontros temáticos e cursos. Um dos assuntos abordados pela nossa especialista Soraia Schutel é “Amor & Psique”, nos levando a compreender qual a raiz desse “desvio” em nosso comportamento e que nos faz criar um amor totalmente às avessas.

Quer participar dos nossos eventos? Acompanhe a agenda de 2017: http://sonatabrasil.com.br/agenda/

*Conteúdo produzido pela agência Visão Estratégica Comunicação (www.visaoestrategica.com.br)

No Comments

Post A Comment