SONATA NEWS

21 mar Equipe apaixonada pelo que faz é garantia de sucesso

1

Você já ouviu a expressão “aposte no jóquei, não nos cavalos”? Sim, se você quer ter uma empresa de sucesso deve, primeiro, avaliar o nível de gestão de pessoas que sua empresa possui. Um estudo citado pela Harvard Business Review Brasil aponta que 885 capitalistas de riscos institucionais em 681 empresas afirmaram que consideram o fator “equipe de gestão” como o mais importante.

Além disso, os participantes da pesquisa apontaram que 47% classificam a equipe como a principal variável e 37% levam em consideração o modelo de negócio como fundamental. Se formos pensar estrategicamente, isso faz todo o sentido. Porque ter uma equipe motivada faz com que as pessoas alcancem resultados. Afinal, elas estarão em busca de realização e evolução, tanto profissional como pessoal.

E ter esse anseio faz com que os colaboradores enxerguem oportunidades de crescimento, faz com que tenham metas – pessoais e profissionais – e estímulos para não se acomodarem. Acima de tudo, oferecer esse espaço para que seus colaboradores possam dar passos largos faz com que eles sintam-se parte da empresa.

E quem vai liderar e gerenciar tantos desejos, sonhos e emoções? Ninguém melhor do que um líder com características humanistas, que valoriza o que cada colaborador tem como potencial e valor. Para isso, aceite compartilhar responsabilidades, acredite na sua equipe, delegue tarefas e compromissos. Respeite o tempo de cada um, a cultura e o nível de conhecimento. Faça-os ser engajados, tenha um propósito!

Tenha em mente que por mais que você seja líder, sempre tem algo a aprender com alguém, independentemente de quem quer que seja. Sem contar que uma equipe motivada já é considerada uma ação estratégica para vencer a concorrência. Prova disso é que estudos garantem que um colaborador que trabalha com motivação tem uma produtividade 50% maior. Sim, seus colaboradores podem dobrar os resultados se estiverem motivados.

Um dos caminhos para isso é colocar em primeiro lugar a pessoa, o ser humano que está na sua companhia. E não apenas considerar seu colaborador um número, um funcionário que deve alcançar metas e trazer resultados – especialmente financeiros – para a sua empresa. Você é um dos responsáveis por contribuir com a evolução dele. Portanto, valorize a qualidade de vida de quem você lidera. Procure ouvir os desejos, sonhos, metas e experiência – inclusive de vida – que cada um traz em sua bagagem.

Observe os potenciais humanos que você tem ao seu redor. Eles, com certeza, são o seu maior capital!

*Conteúdo produzido pela agência Visão Estratégica Comunicação (www.visaoestrategica.com.br)

 

Nenhum Comentário